sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Barco de Pescadores






Alheia ao que ficou para trás a embarcação segue com seus pescadores desafiando o mar.
Vão em busca do sustento
Destemidos!
Só(s)seguindo a intuição
O barco
rasgando cinzentas ondas
Sem bússola
Nem a fúria do vento
Nada os detém
A força para jogar a rede vem de olhos marejados de esperanças,
De braços acolhedores, de lábios doces que os fazem esquecer das muitas vezes em que sofredores quase foram levados para as profundezas do mar
Sim essa força vem do amar
Vem de uma força divina que os livra de serem simples pecadores para serem pescadores, para
serem pescadores... de amor!


Obra do pintor Marcelo Accarini
http://www.accarinifinearts.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário